THUYA - no tratamento do HPV

  
     Conhecida há 200 anos, originária da América do Norte, tem sua folha com largo emprego na medicina homeopática e fitoterápica. Constituída principalmente de óleos essenciais e de outras substâncias fitoquímicas, a Thuya pode ser empregada
internamente como expectorante (na forma de xarope) nas doenças pulmonares; por ser sudorífera, é também utilizada contra febres; também pode ser utilizada nos tratamentos de reumatismo, devido a seu apreciável efeito diurético.

    Indicação

     Após várias pesquisas sobre a aplicação da Thuya, que tem ação antiviral estimulando a defesa individual e local, passou-se a usar para combater Papilomas, Verrugas e Condilomas (HPV), cujo tratamento é feito com aplicações locais associado ao uso interno do extrato vegetal em casos de maior resistência ou mesmo regiões afetadas de grande extensão. Pode ser usada na preparação de pomadas, cremes, óvulos e/ou utilizada diretamente sobre a verruga com o auxílio de um cotonete.

Voltar